top of page

Filme sobre história dos judeus no Nordeste brasileiro tem pré-lançamento em Caicó

Atualizado: 14 de mai.




No próximo sábado, 3 de junho, a partir das 19h, o espaço da Igreja de Santana, em Caicó, será cenário para o pré-lançamento do longa documentário Para não Esquecer - A Saga dos Judeus no Nordeste Brasileiro. Com direito a “Banda de Música e uma lua saindo de dentro do Poço de Santana, como uma serpente luminosa”, conforme o comunicado do evento.


O filme, dirigido pelo jornalista e cineasta Leo Crivellare, conta a história dos primeiros colonizadores do Nordeste, chamados cristãos novos, judeus convertidos ao cristianismo. Foi gravado em maio de 2022 em Recife, Camaragibe, Belo Horizonte e Caicó. Veja imagens do teaser.


Produzido pela RTV Produções, de Recife, o documentário tem trilha sonora do seridoense Urbano Medeiros. Revela, de acordo com os produtores, uma botija cultural escondida nos terreiros de uma história não contada, mas agora desvendada, como um impressionante tesouro da rica tradição dos hábitos e costumes hebraicos do povo do Seridó.


Caicó foi escolhida por ser palco importante da história da influência judaica no Seridó. Na cidade, foram colhidos depoimentos de vários moradores, como Padre Antenor, Raimundo da Oficina, o Rabino João Medeiros, além de “pessoas na feira, no mercado, professores e muitos outros”.


Segundo Crivellare, o projeto nasceu em 2016. “O jornalista e produtor Ricardo Carvalho escreveu um argumento sobre a expulsão dos judeus da Península Ibérica e a vinda de cristãos novos para povoar o Brasil. Ele me convidou para escrever o roteiro junto com ele e exploramos mais alguns temas relacionados ao assunto como a personagem Branca Dias e a descoberta da primeira sinagoga das Américas”, explica.


Em 2018, prossegue o diretor do filme, o projeto foi contemplado em um edital da ANCINE, mas devido às novas políticas culturais do governo anterior e à pandemia, ficou parado durante três anos.

“Em 2022 retomamos as atividades, o roteiro sofreu transformações significativas com a entrada de uma nova personagem, a fotógrafa mineira Márcia Charnizon, que também é de origem judaica e conduz a história como uma viajante em busca das memórias do seu povo”, diz Crivellare.

Os judeus e o Seridó

Seridoense de Ouro Branco e pesquisador do tema, o poeta e escritor Janduhi Medeiros, autor de A pedra da Cruz, também é fonte do documentário. Em entrevista ao Mais Turismo-Nordeste em 2018, Medeiros falou sobre o livro, planos de novas obras, mas principalmente sobre o Seridó e a história dos judeus no Nordeste brasileiro.


Ao contrário do que se pensa, grande parte dos colonos que vieram de Portugal para o Brasil não eram degredados por crimes lá cometidos, mas por perseguição religiosa, quando explode na Europa a Inquisição, sobretudo na Espanha e Portugal. “E no que consistia a Inquisição? Caçar os judeus, porque os judeus eram hereges”, completa.


Na entrevista, Jandhui cita pesquisas que apontam que 70% dos colonos que vieram de Portugal e da Espanha para o Brasil de 1500 a 1850 eram de origem judaica. Esse percentual, no Nordeste, cresce para 80%. No sertão, cresce para 90%. E no Seridó esse percentual chega a 95%. Leia a entrevista completa aqui.


Ficha técnica

Lembrar Para Não Esquecer - A Saga dos Judeus no Nordeste Brasileiro


Direção: Leo Crivellare

Produção: Carol Carvalho

Direção de Fotografia: Marcelo Lacerda

Coordenação de produção e Assistência de Direção: Karinë Ordonio

Montagem: André Farkatt

Trilha sonora: Urbano Medeiros e Carlinhos Borges

Som Direto: Guma Farias

Edição de som e mixagem: Gera Vieira

Identidade Visual: Heitor Pontes


Imagem: captura de tela do filme

584 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


bottom of page